Receba nossas novidades

* indicates required

From the blog

Documentário “Gatos”

Olá, pet lovers!

Nesse final de semana que passou assisti a um documentário turco muito legal, chamado “Gatos” (“Kedi”, em turco). O filme é da diretora Ceyda Torun e se passa em Istambul, na Turquia.

Poster do documentário “Gatos”

No documentário somos apresentados aos ilustres cidadãos das ruas de Istambul, amados e cuidados por grande parte da comunidade: os milhares gatos turcos que vivem livres na cidade.

Hoje há cerca de 20 mil gatinhos de rua em Istambul. SIM, VINTE MIL MIAUS! Há pelo menos duas grandes razões para a enorme quantidade de gatos nas ruas de Istambul. A primeira é histórica: foi encontrado, em ruínas da cidade, um esqueleto de gato que data de mais de 3.500 anos atrás, o que mostra que os gatos já habitavam a região desde pelo menos essa época. Há também uma razão religiosa: Istambul é uma cidade predominantemente muçulmana, e no Islã os gatos são altamente venerados, principalmente porque há diversas referências do profeta Maomé vivendo com gatos. Assim, as pessoas da cidade veem os gatos como criaturas merecedoras do seu afeto, cuidado e atenção.

O filme vai muito além da fofura extrema que os 80 minutos de imagens de gatinhos podem nos fornecer. Os moradores de Istambul também acreditam que os gatinhos das suas ruas são espiritualmente indispensáveis: segundo eles, os gatos renovam as energias, ligam as pessoas à religião e à espiritualidade (ou à uma figura espiritual) e transmitem ensinamentos incalculáveis – como a importância de amar um ser tão diferente de nós. Os turcos ficam impressionados com a linda liberdade dos gatos, com seu ir e vir pelas ruas. A maneira que os gatos buscam afeto quando querem – e também se afastam e se escondem quando não querem proximidade com ninguém – faz os cidadãos refletirem muito sobre seu próprio modo de vida.

O afeto e dedicação dos turcos aos gatinhos é indiscutível. As pessoas os alimentam, cuidam dos filhotes, fornecem abrigo e água, os levam ao veterinário quando preciso… Segundo um dos cidadãos entrevistados no documentário, quem é incapaz de amar um animal, também é incapaz de amar outra pessoa. Uma moça diz que fazer amizade com um gato é como conhecer um alien, que fala uma língua muito diferente da sua, e que nos faz aprender a se comunicar de outra forma.

Pessoalmente, adorei o documentário. É lindo ver pessoas tão ligadas aos animais (um senhor diz algo como “os gatos nos conectam a Deus”) e tão conscientes da responsabilidade humana com os outros seres que dividem esse mundo conosco. Entretanto, um ponto me chamou a atenção: a castração dos gatinhos não parece ser uma prática comum em Istambul, o que significa que a quantidade de gatos nas ruas da cidade tende a aumentar em muito nos próximos anos. Será que isso seria desejável? Fica a reflexão!

Veja o trailer de “Gatos” abaixo:

Beijos,

Carol

Compartilhe Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *